Participar do Young Lions Competition é uma oportunidade que abre muitas portas. Mas para representar seu país em Cannes, os jovens criativos enfrentam primeiro uma seleção nacional e precisam mostrar que estão prontos para o desafio. Justo, né? Na verdade, não.

No Brasil, a seleção acontece há mais de 20 anos por meio de um processo ultrapassado, injusto e cheio de falhas. Um processo que limita as chances de quem não trabalha em uma grande agência de mostrar o seu potencial. E que não é, nem se esforça para ser, inclusivo e diverso.










Mark